quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Finalmente, América...

Bom, enfim juntei tempo e inspiração pra escrever algo sobre nossa viagem... mas decidi fazer diferente... vou por temas, em vez de cidades... vou falar das coisas que me chamaram a atenção, ou que eu gosto nos EUA...

Então decidi começar com "Dirigindo na América"...

Eu já tinha dirigido um pouco nos EUA, quando estava fazendo intercâmbio, ai nos idos de 1995, e de novo quando visitei minha familia hospedeira, em 98... mas bem pouco mesmo, e sempre o carro dos outros...

Dessa vez eu sabia que iamos ter de rodar bastante, e a opção ficava entre voar (o que ia custar os tubos e ainda obrigava a alugar carro em vários momentos) ou simplesmente alugar um carro por um mês.

Rapidamente ficou claro que era bem mais em conta alugar o carro, e dava mais liberdade pra gente. Fiz tudo pela net, e é MUITO barato... menos de 1200 dolares por um mês de uso, incluindo impostos, seguro e GPS.

A mamata é que eles tentam te assustar com milhares de taxas, o que aumentaria BASTANTE o custo... mas quem tem cartão de crédito quase sempre tem seguro adicional que cobre aluguel de carro, então nem precisa ter muito medo...

E o atendimento ao cliente da AVIS é excelente... durante nossa viagem precisamos trocar de carro (que ficou pequeno pra bagagem) e de GPS (que simplesmente pifou) e bastou chegar na loja mais próxima que eles fizeram tudo sem pestanejar nem cobrar adicional, tudo orientado pelo telefone. Não ter de pagar extra pelo carro foi uma supresa fantástica! Ou seja, aluguei um compacto (que nos EUA é do tamanho de um Astra) e troquei depois de 12 dias numa SUV da Dodge, bem maior, sem pagar mais nada...

Mas falando sobre dirigir mesmo...

É muito bom e muito fácil... as estradas são, via de regra, muito boas, e super bem sinalizadas. Dá até pra se virar bem sem o GPS, mas o aparelhinho facilita tanto a vida que eu nem recomendo sair de casa sem ele...

Normalmente se dirige rápido, até porque as estradas largas, bem asfaltadas e com poucas curvas favorecem... Eu tentava, no começo, me manter abaixo do limite de velocidade, mas depois de levar muita buzinada, desisti... 5 milhas acima do limite, segundo meu pai americano, é razoavel, pois evita as buzinas e não é rápido demais, além de ser ignorado pela maioria dos policiais... 10 milhas acima do limite dá certo, mas vc já se arrisca a levar uma multa...

Eu costumava ficar mais perto das 10 milhas, e até abusei um pouco as vezes (95 mph foi o máximo que eu ousei), e não tive problemas, apesar de ver inumeros carros serem parados pela polícia nesses 28 dias que ficamos lá... Os meganhas pegam mesmo lá...

E ainda pegam pouco... eu vi menos pardais que nas grandes cidades no Brasil (e achei ótimo isso!), e o que tem de neguinho multitasking no volante é impressionante... A maioria dos estados não proíbe falar no telefone ao volante (pra se ter uma ideia, Pensilvânia tem a lei proibindo mais recente, de janeiro, salvo engano, e estava em meio a uma campanha pra fazer os motoristas comprarem "handsfree" pro carro, e o cartaz de "don´t text and drive" em New Jersey é das coisas mais hilárias EVER). Meu produto favorito é o laptop mount pro volante!

O melhor é o aviso: Não use enquanto dirige! NO SHIT!! REALLY? Não vi ninguem usando um desses, até porque teria batido o carro de tanto rir... mas tudo é possível :D

Então minha listinha:

Pior lugar pra comer na estrada: Nathan´s (Uma rede de cachorro-quente de NJ/NY)
Melhor lugar pra comer na estrada: IHOP (International House of Pancakes RULES)
Melhor estrada: NY->DC
Pior Estrada: Vincennes->Columbus
Melhores Rest Areas: Virginia
Melhores Rest Areas: Ohio
Pior trânsito: Saindo de DC, passando por Maryland... a partir das 15hs é um inferno...
Melhor trânsito: Entre Columbus e Hershey
Cidade Favorita: Philadelphia
Pior Cidade: Columbus (mas por falta do que fazer mesmo, e não gostei de dirigir lá)
Melhor surpresa: Washington não é mais a cidade mais violenta dos EUA, e continua linda...
Melhor surpresa 2: Hershey, PA - Chocolate City, USA!
Melhor surpresa 3: Nashville, TN - Linda e hospitaleira...
Melhor Hotel: O Sheraton em Nashville... weekend super deal é o que há!
Pior Hotel: Carowinds Plaza, perto de Tega Cay, SC - A visita foi maravilhosa, mas saca aqueles hoteis que foram muito chiques, uns 15/20 anos atrás? As camas eram muito boas, mas o hotel estava precisando de updates urgentes...
Lugar Favorito do Gui: Candy Land, em Hersey
Lugar Favorito do Gui 2: Discovery Place, em Charlotte

Milhas viajadas: cerca de 2300 milhas, ou uns 3800 km, em umas 36 horas ao volante


Exibir mapa ampliado

Em resumo, foi legal demais... e logo eu devo voltar pra falar de mais coisas :)

5 comentários:

Helga disse...

Olha... sendo bem criativa eu diria que o apoio pra note no volante é pra quando tu tá parado (talvez em engarrafamentos homéricos).

MUITO legal essa viagem aí. E sim, lembro bem das auto-estradas dos EUA. Um tapete (pelo menos pras bandas de Chicago :P).

Paloma, a mãe disse...

Que legal esta viagem de vcs! E o carro já veio com cadeirinha para o Guilherme?

FH disse...

Que viagem! Que viagem! mto legal!
Fora que carro lá, realmente é bem barato e útil, faria o mesmo, nem pegaria aviões; fora que dá pra curtir a família e com certeza vc tem muitas histórias para contar!

agora, realmente o povo abusa no sms e telefone... amigo meu de salt lake city esteve aqui e ficou surpreso com o som bluetooth que tinha...

que com que curtiram! quais os proximos planos? malas para mendoza?

Abraços!

Houser disse...

eu adoro essa imagem do Homer simpson dirigindo:

http://gizmodo.com/5395070/only-3-percent-of-americans-think-it-should-be-legal-to-text-and-drive

João Marcelo disse...

Paloma, pior que não! Queriam nos alugar uma por 12 dolares por dia, ou seja, mais de 300 dolares no fim do mês. Uns amigos nos emprestaram uma no começo, e a gente comprou uma melhor, reclinável, pra quando caisse mesmo na estrada... Custou 99 dolares, e acabamos trazendo pra cá :P

FH, Foi muito show mesmo, e eu faria de novo, mas é bem cansativo dirigir tanto...
Mendoza ainda demora... queremos ainda dar um rolé pela Europa antes de ir embora de CV...